Jojo Todynho: saiba mais sobre esteatose hepática, doença da cantora

Jojo Todynho anda compartilhando seu dia-a-dia mais saudável em suas redes sociais. A cantora está com uma nova rotina de cuidados por questões de saúde, isso porque Jojo foi diagnosticada com esteatose hepática, conhecida também como acúmulo de gordura no fígado.

De acordo com o Dr. Rafael Nicastro, médico cirurgião do aparelho digestivo, a doença é muito silenciosa. Afinal, em geral, ela não apresenta sintomas no paciente. Entretanto, quando surgem, os mais comuns são a dor no abdômen e o cansaço.

Além disso, o médico destaca que é importante manter-se sempre atento, uma vez que a doença possui o risco de evoluir para uma insuficiência hepática ou até mesmo para uma cirrose, essa que pode até resultar em um câncer de fígado. Outros órgãos também podem ser acometidos dependendo do grau da doença e do tempo de evolução.

Jojo Todynho anda compartilhando seu dia-a-dia mais saudável em suas redes sociais. A cantora está com uma nova rotina de cuidados por questões de saúde, isso porque Jojo foi diagnosticada com esteatose hepática, conhecida também como acúmulo de gordura no fígado.

De acordo com o Dr. Rafael Nicastro, médico cirurgião do aparelho digestivo, a doença é muito silenciosa. Afinal, em geral, ela não apresenta sintomas no paciente. Entretanto, quando surgem, os mais comuns são a dor no abdômen e o cansaço.

Além disso, o médico destaca que é importante manter-se sempre atento, uma vez que a doença possui o risco de evoluir para uma insuficiência hepática ou até mesmo para uma cirrose, essa que pode até resultar em um câncer de fígado. Outros órgãos também podem ser acometidos dependendo do grau da doença e do tempo de evolução.

Consumo de álcool e obesidade são os fatores principais

A esteatose hepática é a primeira lesão a ocorrer em quem tem o costume de consumir bastante álcool, até mesmo em indivíduos que não são considerados alcoólatras. Aliás, a incidência ocorre em 90% de quem bebe álcool em excesso, afirma Yago Fernandes, médico atuante em endocrinologia do Instituto Nutrindo Ideais e especialista em emagrecimento e hipertrofia. “A maior parte da metabolização do álcool é feita pelo fígado. Conforme o álcool é metabolizado, substâncias tóxicas são produzidas pelo próprio organismo”, detalha.

Ao mesmo tempo, as gotículas de gordura se acumulam nas células do fígado, chamadas de hepatócitos, tornando essas células insuficientes. A evolução da esteatose hepática é a inflamação do fígado, chamada de hepatite alcoólica, que atinge de 10% a 35% das pessoas. Nos casos mais graves, desenvolvem a cirrose, que atinge cerca de 10% a 20% dos que consomem bebidas alcoólicas de forma abusiva. A lesão causada pela cirrose é irreversível, podendo precisar de transplante hepático, adverte o especialista. 

Como tratar esteatose hepática?

Por fim, Yago afirma que não existe tratamento definitivo para a esteatose hepática. E, de acordo com ele, os médicos recomendam mudanças de rotina, justamente como as que Jojo Todynho tem feito. Isto é, tentar manter uma alimentação saudável e praticar mais exercícios físicos para controlar o excesso de peso, a resistência à insulina, os níveis de colesterol e triglicérides e a pressão arterial.

Author

Share